segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Esquete “Lifehouse – Everything”



Por: Juliana Menegussi - Portal Católicos (Via Lumina) - 2011

Um vídeo feito por uma igreja cristã nos Estados Unidos, em 2006, e colocado no youtube sem grandes pretensões, a peça teatral “Lifehouse’s Everything Skit” se tornou um verdadeiro fenômeno na internet, com 17.729.203 de visualizações e mais de 32 mil comentários de todos os países do mundo (até o presente momento), além de ter ‘vídeos-paródias’ feitos por igrejas católicas e protestantes de vários países. Mas afinal, qual é o segredo do sucesso dessa peça?

O “Lifehouse Everything Skit”, realizado pela Missão Baltimore com música da banda Lifehouse (cujos integrantes já disseram em entrevistas que, por mais que todos eles fossem cristãos…a banda em si e nem as suas músicas são de conteúdo cristão/religioso/gospel), tem comovido o coração e a alma da América (e diversos países). Seu “gancho” é cativar as pessoas pelo anseio de um Salvador misericordioso e afetuoso.

A esquete foi apresentada originalmente em 2006 durante o festival de inverno “Smoky Mountain Winterfest” em Knoxville, Tennessee (EUA). O público era de 30 mil pessoas por noite naquela arena e desde então o impacto tem sido profundo através da mensagem do Reino de Deus. Mas, qual é a mensagem principal desse esquete?

O drama é focado na batalha espiritual sendo travada por nossas almas. No início da esquete a jovem vive na pura alegria e inocência de encontrar seu primeiro amor em Jesus, enquanto Ele lhe mostra todas as coisas maravilhosas que tem feito e tem para ela. Mas esse momento feliz é manchado por distrações aparentemente inofensivas, que se transformam em tentações e, finalmente, em pecado mortal.

As forças espirituais começam seu ataque incessante a jovem, que tira os olhos de Jesus e coloca-os no mundo. Ela se encontra derrotada por todos os vícios feitos para se tornar atraente na vida: a impureza sexual, cobiça por dinheiro, bebedeira, bulimia, suicídio…

As mentiras que tem sido ditas sobre a sua inutilidade e incapacidade de estar a altura a levam a entrar em depressão, tentando o suicídio e, finalmente, a um desespero que a leva a procurar mais uma vez, seu primeiro amor. Somente após atingir o fundo do poço ela lembra a verdadeira fonte de sua alegria – o relacionamento com Cristo.

Mas ela não está sozinha na luta para recuperar a vida abundante que Jesus lhe deu. Incapaz de se defender do ataque do inimigo espiritual por conta própria, ela coloca os olhos em Jesus, que está à espera de seu chamado para ajudar.

Ansioso para entrar e batalhar por Sua noiva, Jesus combate e derrota os agressores demoníacos que estão diante dela. Somos lembrados de que Cristo já venceu a batalha por nossas almas na cruz, e que nós temos a vitória sobre os nossos pecados através da nossa esperança e redenção em Jesus.

O texto de I João 4:4 diz: “Filhinhos, sois de Deus, e já os tendes vencido; porque maior é o que está em vós do que o que está no mundo”.



Por causa de todo o sucesso que essa peça teatral teve, apareceram no youtube milhares de vídeos parecidos com o original, criados por grupos de jovens de igrejas católicas (como o vídeo acima, feito pelo Grupo de Jovens “Segue-Me”, da paróquia São Carlos Borromeu – Vila Prudente – São Paulo) e de outras denominações cristãs. Além disso, a história da peça e da música inspiraram um diretor de audiovisual nos Estados Unidos a criar um video-clipe da música inspirada na peça.



“Vendo a fé que tinham, disse Jesus: Meu amigo, os teus pecados te são perdoados”. (Lucas 5,20)

Nenhum comentário:

Postar um comentário