10 de maio de 2015

Jundiaí + Feira Gastronômica + Show AGig Rock


No dia 09 de maio eu fui pra Jundiaí para ver meus primos tocarem com a banda de rock nova, AGig Rock. Era a final do concurso #musicFOODfestival que estava rolando dentro de uma feira gastronômica em Jundiaí, o Le Chef à pé. Foi uma noite bem legal pois juntou família, comidinhas gostosas e rock’n’roll (apesar do belo frio que tava). Vou te contar como foi lá!
Chegar no local onde estava acontecendo a feirinha não foi fácil, só tinha uma placa pequena – que passou desapercebido da primeira vez, ou seja, me perdi! – e pra estacionar lá foi terrível, pra mim foi um ponto negativo pra organização do evento. Mas eu estava tão empolgada em ver a AGig tocar e em experimentar um hamburguer de cordeiro que vi na internet que eu nem liguei tanto pra aquilo.


E por falar em hamburguer, que HAMBURGUER! Feito pelo pessoal do foodtruck Merenda de Rua, da 89FM. Olhem a combinação: carne de cordeiro, com queijo e maionese de hortelã. Que tentação maravilhosa pra se fugir do controle alimentar #MinhaNutricionistaMeMata.



O show da final do concurso foi bem legal também. E não digo isso por ser prima do vocalista e do guitarra-base da banda, não. É porque os caras são competentes no que fazem! Empolgam a galera (e ainda teve jurado que disse que eles compraram pessoal…fala sério!). Só teve duas escorregadas que não posso deixar passar – já que esse blog é de música, vou falar sinceramente sobre tal: Na primeira música que apresentaram, “Bohemian Rhapsody” do Queen, a banda usou trechos originais da canção na parte de coral – no início da canção e no meio dela. Eu notei que o vídeo não ficou sincronizado com o arranjo da banda. Quem gosta de Queen, vai notar isso no vídeo que gravei. Era melhor a banda ter gravado essa parte com as vozes/arranjo deles, que teria evitado essa dessincronização.

A outra coisa, na mesma música, é que o inglês do vocalista TÁ mesmo capenga. Desculpa primo, mas cantar um clássico do Queen sem saber a letra certinho não dá! hehehehehe #estudainglêscarlos.



As outras duas canções foram em português mesmo: “Diz Pra Mim”, da banda Malta e a canção autoral da AGig (e a que eu mais gosto <3), “Dez Pras Seis (5:50h)”. Eu mesma não sabia se cantava junto filmava a banda ou a galera na agitação do público. Resumindo: Foi um show que eu curti demais, pelos músicos de primeira linha e pelo público, que curtiu e interagiu com a banda. NOTA 9,5! Quando tiver os vídeos editados, eu mostro aqui.

Eu vi as outras bandas do concurso que foram bem, mas só registrei mesmo pra quem eu estava torcendo. Pena que AGig não ganhou, mas os jurados deram uns motivos meio sem-noção, além das razões que eu mesma citei. E, pra ser meio suspeito, tinha jurado com camiseta da banda que tinha tocado antes deles (e que foi o maior baba-ovo). Cadê a imparcialidade desses jurados?! Mas agora já foi…

O resto da noite foi pra comilança mesmo. Após os shows, eu fui atrás da sobremesa – pois sempre me disseram pra não ir em uma feira gastronômica sem comer um salgado e um doce de lá – e o escolhido foi o crepe de Nutella do Krepe sobre Rodas! Um foodtruck cujo dono era “da Mooca, meu”, mas que morava em Jundiaí há pouco tempo. UMA DELÍCIA! Afinal, Nutella é Nutella.


Olha gente, essa combinação de rock com foodtruck foi uma delícia! Uma noite muito legal que o pessoal da organização do Le Chef à pé proporcionou.

E vocês, já foram em uma feira gastronômica? Qual me sugerem? E que foodtrucks experimentar?

Comentem e me digam <3

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui é a Jujubaluba. Obrigada por visitar meu blog =) Deixa um comentário sobre o que você achou do post.