27 de abril de 2015

Aonde a traição nos leva…




Lembram do post que fiz aqui no blog sobre o primeiro livro da saga “Deuses de Dois Mundos”? Esta é uma resenha do segundo livro da série. Depois de muito tempo lendo nos metrôs, ônibus, almoços, ensaios e em casa após uma infecção de garganta ferrada, terminei de ler o segundo livro da saga – “O Livro da Traição” – e queria contar sobre o que eu achei dele para vocês. Vamos lá? Mas só um aviso: não recomendo ler essa resenha se você não leu o livro, pode conter spoilers (fatos ou trechos do livro).


Como disse, esse é o segundo livro da série que, além de contar a continuação da história do Newton Fernandes, um jornalista que faz de tudo mesmo – sem nenhum limite ou escrúpulo – pra conseguir tudo o que mais deseja e da história de Orunmilá e seus guerreiros na missão de resgatar os 16 odus desaparecidos, para que o destino dos Orixás e dos homens não caiam em mãos erradas. Ambas as histórias se cruzam ainda mais nesse livro, ainda mais depois de uma traição nos dois lados da saga.


O livro te prende pelo modo em que o PJ conduz as duas histórias. Você não consegue parar de ler! Mas no caminho você não sabe se tem vontade de dar uns tabefes no New, se tem dó do velho babalaô, se diz “bem feito” pra Oxóssi e Xangô, se tem medo de Ogum ou se você se surpreende com as atitudes da então boba e ingênua Oxum retratados no livro. Pelo menos eu me senti assim, não sabia como eu reagiria se esses personagens do livro fossem reais e eu presenciasse as coisas que eles fazem (Acho que eu teria coragem de dar uma surra no New pra ele nunca mais esquecer…rs).


Só sei que fiquei com mais vontade de continuar lendo a saga, e depois de algum tempo…vai ser lançada na semana que vem, dia 11, na Livraria Cultura aqui em São Paulo! Mas recordando o que eu fiquei sabendo pelo próprio autor e na fila da noite de autógrafos do lançamento do “Livro da Traição” em maio de 2014 (falei dessa noite na outra resenha), “Deuses de Dois Mundos” vai chegar à Hollywood!


A série teve seus direitos de adaptação para cinema, quadrinhos e TV vendidos e a produção parece que começa em 2016 ou 2017. Segundo o site Blah Cultural, quem comprou os direitos foi a The Alchemists, produtora dos seriados Smallville, Heroes e East Los High. A produção do filme no Brasil e nos EUA vai ser feita pela Disruption Entertainment, produtora de Supremacia Bourne (2004) e Círculo de Fogo (2013).


E aí, ansiosos pelo Livro da Morte?! E pelas adaptações?!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui é a Jujubaluba. Obrigada por visitar meu blog =) Deixa um comentário sobre o que você achou do post.